Mensagens de apoio - 5

Presto meu apoio a vocês perante o processo judicial que estarão enfrentando, sobre o caso de denuncia de conteúdo ideológico-partidário em escolas. Alias escola não pode ser centro de adestramento intelectual. Solidário com vossa posição, Bruno Brunelli (Santos, SP)

_________________________________

Democracia pra esse pessoal consiste em calar quem os desagrada. David B Carvalho (Belo Horizonte, MG)

_________________________________

É, no mínimo, um retrocesso, essa tentativa de restrição à liberdade de expressão. Agir de acordo com o que pensam os "superiores"; ter sempre de dizer AMÉM, é particularmente ridículo. As pessoas pensam e agem de formas e maneiras diferentes, mantendo (ou não!) a boa índole. Mas, a boa índole, não está ,necessariamente, ligada à maneira de pensar. Tentemos ouvir todas as partes e tirar o melhor proveito de cada uma delas. É o que julgo sensato. Atenciosamente, Leonor Brasileiro Pinto (Campos dos Goytacazes, RJ)

_________________________________

Foi com grande revolta que li o artigo da nossa cara amiga Mirian Macedo. Deixo aqui meu apoio aos que prezam e lutam pelo estado de direito, pela educação sem doutrinação, pela liberdade de expressão e pelos valores morais judaico-cristãos. Felizmente ainda existem no Brasil cidadãos não contaminados pelas idéias da canalha esquerdopata. Temos que nos unir, estudar, conscientizar, e ganhar nosso espaço. Gustavo Rondina (Sao Carlos, SP)

________________________________

É notória e escandalosa a tentativa de reprimir e calar os que ainda se opõem ao crescimento da esquerda nesse país. Meu Deus do Céu, porque é que somos os únicos que não temos direitos? Estamos sendo massacrados por uma onda ditatorial muito, muito, pior que qualquer outro movimento político registrado no passado. Será que é tão difícil ver a VERDADE? Ou será que a VERDADE não pode sequer ser mostrada? Minha total solidariedade ao site EscolaSemPartido. Pois eu, nesse país, também estou sem partido. Tiago Aurich (Vila Velha, ES)

_________________________________

Em tempos de tanta heresias judiciais, a preocupação com a questão do julgamento de vossas palavras é mesmo pertinente. De outro turno a querela toma proporção maior e demais brasileiros poderão participar do debate opinando nos mais diferentes canais da imprensa. Como sugestão, gostaria imensamente que TODOS os atos e peças processuais fossem transcritos integralmente para as páginas de vosso endereço e tantos outros que pretendam abrir espaço para a questão. Nosso site www.avozdamaioria.com tem interesse em publicar a peleja.

Tal atitude, além de prestar maior clareza para informação de pais-de-família que tem filhos estudando, estará possibilitando a inúmeros advogados acompanharem o processo, emitindo pareceres, que podem contribuir de forma concreta para nortear os atos do profissional que aceitar vossa defesa. Percebam, com essa atitude, estaremos inaugurando nova fase de apreciação de questões de interesse da sociedade, proporcionando enorme visibilidade sobre os atos processuais praticados, onde estariam prestando um enorme serviço à Justiça Brasileira.

Não vejo porque o juíz deveria decretar segredo de justiça para o caso, já que milhares de alunos tem interesse na questão. Minha posição pessoal para o caso é que não ocorreu nenhum prejuízo moral para os autores da ação, ao contrário, com a medida judicial, quem extrapola são os autores. Estamos ou não num estado democrático de direito, com permissão para expressar nossos pensamentos? Quem promoveu ‘prejuízo’ para imagem de quem?

Espero sinceramente que atendam este pedido, propiciando que o julgamento seja acompanhado ‘on line’, onde cada brasileiro de talento poderá expressar seu pensamento diante da questão, entregando assim a decisão para o Povo Brasileiro e não somente a figura isolada de um juíz de direito. Rumo a vitória. Saudações Libertárias.  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (Araçatuba,SP)

_________________________________

Parabéns pela Coragem Mírian! Sabemos que nestes tempo é preciso muita força para a integridade falar a verdade e e reconher o ímpio! Luciano Fuck (Brasília, DF)

_________________________________

É um crime de alta traição à Nação limitar o raciocínio de crianças e adolescentes a um aprendizado dirigido segundo os interesses ideológicos do marxismo, que nada de bom tem a ensinar.

Seja este crime cometido por escolas, faculdades ou por quem quer que fale em defesa dessa ideologia assassina que é o marxismo e suas variações desbotadas e dissimuladas sob as mais diversas denominações, que inclusive se fazem identificar como "de direita", como acontece com todos os partidos políticos brasileiros ditos "de dirteita", os verdadeiros responsáveis por esse atrevimento por parte dos comunistas, que pretendem vitimar a jornalista Mírian Macedo e ao EscolasemPartido.org, que resistem, corajosamente, a essa intimidação descarada, que quer implantar uma ditadura revolucionária marxista e destruir a tudo que seja produtivo, benéfico e Cristão. Oscar de Jesus Pimenta Filho (Belém, PA)

_________________________________

Manifesto aqui meu total repúdio à atitude do COC. Além de termos a garantia de nossa liberdade de expressão, sabemos que a matéria não foi feita de forma leviana e infundada. Existe um consenso entre pais de alunos que concordam com a opinião da jornalista Miriam publicada neste site. Não podemos permitir que nossos filhos sejam direcionados a ideologias com as quais não compactuamos. Judeus ortodóxos não colocam seus filhos em colégios católicos. A escola pública deve ser laica e também isenta de qualquer tipo de indução de formação partidária ou filosófica, principalmente se referindo a um sistema que não é o impantado no Brasil. Espero que as OABs estaduais e a OAB Brasil estejam atentas a essa violência, essa truculência moral que está sendo praticada contra nossas crianças e ao site em questão.

Gostaria de ter informações sobre quais escolas estão adotando atualmente o sistema COC. Solidária à jornalista Miriam, quero poder divulgar o que está acontecendo com nossas crianças. Lis Chaves (São Paulo, SP)

_________________________________

Espero que o Brasil se torne um lugar com muito mais liberdade do que estamos assistindo e vivendo nos dias de hoje. Epero e luto pela liberdade de expressão. E esse site e todos que deles participam é um alento, pois não estamos sozinhos. Mas mesmos sozinhos não poderíamos esmorecer na defesa da liberdade. Atenciosamente, Adilson Koslowski (Brusque, SC)

_________________________________

Este é uns dos poucos sites que ainda tenta salvar a Educação deste país e é assim que o tratam. No que depender de mim este site continuará colocando os vermes ao sol. Leonardo Batista dos Santos (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

A América do Sul vive um retrocesso político e social, capitaneado pelo ridículo Chaves da Venezuela, que submete o Lula e os demais presidentes populistas ao socialismo da miséria.

Socialismo que tem na ilha Cubana o seu ícone maior. E em Fidel, o assassino a ser imitado. Assassino de idéias divergentes, da liberdade de imprensa e de vidas humanas, nesta ordem. O Brasil está vivendo a primeira fase, a Venezuela já está consolidando a segunda. A política do assassinato está em curso. Em Cuba, lá é o paredão mesmo... O socialismo, onde foi implantado, sempre foi assim. Na extinta União Soviética - quem esquecerá o muro da vergonha? Na Romênia - quem esquecerá as atrocidades ali cometidas? Em Cuba - quem esquecerá os pelotões de fuzilamentos? Conclamo aos interessados em conhecer os bastidores da violência contra as idéias divergentes no Brasil, da asneira porno-marxista a que seu filho está sendo alvo nas escolas de todo o país. Se deseja conhecer a armadilha que se tornou o ensino no Brasil entre no site http://www.escolasempartido.org/ Pastor Solon Diniz Cavalcanti, Ig. Batista Galiléia, Professor do Seminário Teológico Batista do Norte de Minas (Montes Claros, MG)

_________________________________

Olá, Sra. Mírian, Acabei de ler a Veja e simplesmente adorei o que li. Infelizmente, não havia tomado conhecimento anterior do seu artigo, mas gostaria de lhe parabenizar pela atitude, pois estamos precisando de mais pessoas como a senhora em nosso querido e sofrido Brasil! Obrigado e Parabéns!!! Kledilton Pinto (São Paulo, SP)

_________________________________

Parabéns aos organizadores do site "Escola sem Partido".

Como professor universitário, recebo semestralmente 40 alunos egressos das escolas do segundo grau - 110% doutrinados no marxismo que reina em nossa educação (luta de classes, ideologia, exploração do homem pelo homem, anti-americanismo, anti-cristianismo, etc.), infelizmente. São iniciativas como essa que ainda me fazem ter uma gota de esperança. Uma gota. Ricardo da Costa - Site: www.ricardocosta.com, Revista Mirabilia (dir.): www.revistamirabilia.com (Vitória, ES)

_________________________________

Senhores do Escola sem partido,

Saibam que têm meu total apoio contra esta injustiça que estão querendo impor a vocês esses caras desse tal sistema COC de ensino. Passarei longe deles quando tiver que matricular minha filha em alguma escola. Não desistam, esse pessoal da esquerda, inclusive esses professores do COC, que devem elogiar ditadores como o Chavez e o Fidel, com certeza não passam de hipócritas, e como tal serão desmascarados pela Justiça Brasileira, na qual ainda confio. Marcos Campello (Pindamonhangaba, SP)

_________________________________

Hipoteco total solidariedade à luta. Precisamos reagir contra a "educação" esquerdizante, que promove lavagem cerebral em nossas crianças e jovens, pregando a intolerância política e até religiosa. Eles têm o direito de aprender por si mesmos sobre as diferenças de pensamento que são, elas todas, partes de um mesmo todo, e que é através do debate de idéias que crescemos, nos desenvolvemos e apreendemos a realidade. Precisamos insurgir-nos contra isso, antes que seja tarde (se é que ainda podemos!). Izabel (São Paulo, SP)

_________________________________

Oferto minha solidariedade à mãe de familia Miriam Macedo e parabenizo o Escola sem Partido pela luta contra o condicionamento ideologico nas escolas brasileiras. Rodrigo R. Pedroso (São Paulo, SP)

_________________________________

Vim deixar os meus parabéns pelo trabalho. Não tenho dúvida de que estão com a razão nesse caso. Não se trata de exposição de corolários, mas sim de fatos notórios. Esse tipo de sub-doutrinação ideológica não pode nem deve continuar. O Sistema COC ganhou meu total repúdio e vocês minha simpatia. Prossigam com essa coragem! Saudações! Rafael Alves (Santos, SP)

_________________________________

Atitudes como a da Jornalista Mirian a o do site escolasempartido nos dão esperança de que algum dia poderemos construir um país mais digno e livre. Alfredo Cardoso (Timóteo, MG)

_________________________________

Parabéns pela luta. O país sofre devido a doutrinação de nossos filhos. o ataque e perverso e sistemático em todos os níveis de educação. Sou diretor de ensino médico da Associação Nacional de médicos residentes, e na pós graduação a doutrinação é a mesma, o que falta são iniciativas para desvendar as mentiras pregadas por grupos organizados de doutrinadores. André Sediyama - Cirurgião Vascular(Piracicaba, SP)

_________________________________

Firmes no combate! a intimidação fascista não pode triunfar sobre quem quer educar para a vida, e não para a servidão! Ronald Pinheiro (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Expresso aqui meu repudio pelo sistema COC de ensino e sua atitude anti-democratica. A liberdade de expressao nao pode ser rechacada deste modo. Juliana Veysey (Porto Alegre, RS)

_________________________________

Antes de tudo parabéns ao trabalho do site e à jornalista Mírian Macedo, que só fez dizer a verdade. É triste ver o direito de livre expressão ser condenado. E tão triste quanto isso é ver a doutrinação de milhares de jovens. Continuemos a denuncia. Thaís (Pindamonhangaba, SP)

_________________________________

O trabalho desenvolvido por Nagib e pelo site Escola sem Partido é de importância histórica para nosso país. No futuro, lembraremos seu espírito heróico em enfrentar praticamente sozinho grandes instituições escolares que conscientemente ou não apoiaram uma ideologia burra e massificante na educação do país. A verdadeira educação prepara homens de espírito independente, que possam pensar por si próprios.

Sócrates e todos aqueles que o apoiaram tornaram-se imortais. Seus detratores foram ridicularizados e esquecidos. Tenho certeza de que nossos juristas aprenderam com os erros de nossos antepassados, e apoiarão Nagib imortalizando-se solidariamente por um Brasil livre, independente, de escolas sem partidos. Luís Filidis (São Paulo, SP)

_________________________________

"We don't need thought control... Hey, teacher, leave the kids alone!" Fábio Ribeiro Corrêa (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Deixo meu apoio ao site e à mãe do aluno que denunciou o tal sistema COC de ensino como prática de doutrinação ideológica. É estranha a atitude da Justiça em querer calar as pessoas que tentam denunciar esses descalabros. Tenho um sobrinho que já daqui 2 anos começará a estudar. Procurarei sobre o tal sistema de ensino e não deixarei matriculá-lo na escola que adotar o método de ensino. Lucas (Goiânia, GO)

_________________________________

Toda a minha solidariedade aos que estão sofrendo com essa imbecilidade do Sistema COC. Não esmoreçam jamais, pois o serviço que vocês prestam é imprescindível. Contem comigo para o que for necessário... o que estiver ao meu alcance será feito. Mauro Potenza (São Paulo, SP)

_________________________________

Venho por meio desta oportunidade, utilizar do sagrado direito da LIBERDADE para expressar minha solidariedade para com aqueles que se preocupam, assim como eu, por uma escola livre de doutrinação ideológica. Ricardo Almeida (Brasília, DF)

_________________________________

O trabalho desenvolvido pelo Escola sem Partido é essencial para evitar que nossas crianças sejam doutrinadas por ideologias políticas. Continuem nesta luta, para que nossas crianças não sejam contaminadas por este ódio antiamericano e contra classes que, via de regra, ganham seu dinheiro honestamente. Andreh Almeida (Magé, RJ)

_________________________________

É um absurdo que qualquer professor venha com ensinamentos políticos, especialmente os maliciosos. Lembro que quando estava num curso prepraratório para o vestibular, um professor militante esquerdista pregava abertamente o socialismo aos alunos da classe, seu nome é (...), do colégio 2001 em Recife. Abram o olho e lutem para verem o que se estão ensinando nas escolas brasileiras! Repudio qualquer atitude de instituição que doutrina claramente seus alunos. Justiça, liberdade de expressão, clareza e honestidade já! Força ESP!!! Abraço a todos!!! Sidney Barbosa (Recife, PE)

_________________________________

Apoio a atitude de Mirian Macedo e a parabenizo por não se calar à repressão dos empresários da coc que vendem, ganham, lucram, lesam os jovens com expressões chulas, com esquerdismo fora de contexto, exploram ao cobrar o que cobram pelas apostilas, burlam subvertendo informações... Manipular a história para manipular a massa. Atrair os jovens com modernices para nos garantir como "pop star". Hum, já vi esse filme! Dafne Jacomini Couto (São Paulo,SP)

_________________________________

Confesso minha (prévia) ignorância quanto à extensão desses problemas tão sérios, vivenciados por pais e alunos no sistema educacional brasileiro. São atitudes que coíbem, por certo, o pensamento crítico dos cidadãos e que comprometem, em última instância, o verdadeiro desenvolvimento de um país. Portanto, meus parabéns ao site Escola Sem Partido por ter a coragem e a iniciativa de prestar um serviço tão relevante à sociedade. E parabéns à D. Miriam, por ser uma mãe tão atenta que não se acovardou. Ana Beatriz Urbano Andari (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Quero deixar aqui minha mensagem de solidariedade à jornalista Mírian Macedo, ao EscolasemPartido.org e aos outros sites que também estão sendo processados por haverem divulgado o seu artigo; bem como minha mensagem de repúdio à iniciativa de processar a jornalista e o site. Pelo ensino crítico e por escolas não-partidárias! Carlos Alberto Moraes (Esteio, RS)

_________________________________

Espero não ter chegado tarde para dar meu apoio a vocês. Não tenho curso superior mas sei onde os tem cheior de rato nesse país. Contem comigo. Abraços. Cesar Augusto Araki Contiero (Presidente Prudente, SP)

_________________________________

Em primeiro lugar cumprimento-os pela justa causa a qual defendem. Segundo, manifesto aqui meus sentimentos ante tal situação vivenciada pelo site e a jornalista que retirou sua filha do sistema de ensino do COC. De minha parte, estejam certos de que vou repassar a mensagem de apoio ao Escolas Sem Partido, seja através de email, verbalmente ou através de outro meio legal. Finalizo estimando meus sinceros votos de que a ação ajuizada seja suspensa o quanto antes e sem prejuízo financeiro ou interrupção de vosso trabalho. Henrique P Machado (Jaboticabal, SP)

_________________________________

Meu total apoio a vocês. Wilian D. Sthal (Campinas, SP)

_________________________________

Parabens pela iniciativa e pelas arduas vitórias sobre o ateísmo Escolar que está se abatendo sobre o Sistema de Ensino em Nosso País. É com Agremiações como o Escola Sem Partido que se forja uma sociedade livre e democrática, onde o saber rege os destinos de um povo, e não a demagogia, o populismo e a ignorância. No dia que mais e mais Organizações Nacionais triunfarem como o Escola Sem Partido teremos como representantes do Povo Brasileiros pessoas Muito bem formadas e Estadistas de bom carácter nos quadros da legislatura, executivo e judiciário. Esta Terra tem dono, e o verdadeiro dono precisa lutar para merecê-la, dizia Sepé Thiarajú nas coxilhas de São Gabriel e Dom Pedrito. Diz o Nosso Hino Rio-grandense " Povo que não tem Virtude acaba por ser escravo" e "Sirvam Nossas façanhas, de modelo a toda a Terra". Gilmar de Macedo (Campo Bom, RS)

_________________________________

Apoio o site "Escola sem partido". Considero-o importante defensor das liberdades democráticas. Renato Ulisses de Souza (São Paulo, SP)

_________________________________

Gostaria de parabenizar o site "Escolasempartido.org" pela iniciativa de denunciar a doutrinação marxista que infesta as escolas atualmente. E, o que é pior, tal doutrinação se faz, muitas vezes, de forma sub-reptícia e colocando tal visão de mundo como a única "cientifica". Parabéns e não abandonem a luta! Wagner Marchiori (São Paulo, SP)

_________________________________

Foi um alivio ler o artigo da Veja dessa semana em que cita o caso de uma mae que nao aprova o conteudo dado aa filha, de desinforacao, e vies marxista. Eu, como mae, ja me vi na situacao de escrever ao colegio religioso Santo Agostinho, contra um professor de historia que contratou um marxista para fazer uma palestra e, alem do discurso ideologico ainda exortou os alunos a lerem Marx antes de pensar em ler a Biblia. Recebi como resposta a meu email indignado apenas que meu email tinha sido encaminhado a direcao. Fiquei sabendo de tal fato pelos alunos que vieram almocar aqui, junto com meu filho,especialmente para me relatar o ocorrido. Esses sao alunos - eram do segundo grau na epoca - que percebem o discurso enviesado e absurdo... mas, e os inumeros que nao percebem??? Como se nao bastasse, isso continua universade afora.

Alias, nos meus tempos de psicologia na UFF era notorio, repulsiva, aberrante a propaganda ideologica. Todo aluno entrava deslumbrado e entusiasmado por ser 'universitario' e saia marxista, petista, do PC do B, e coisas do genero. Com tanta doutrinacao nao seria pra menos! Um professor de psicologia, que depois galgou degraus na mesma instituicao, uma vez convidou os psicologos para assistirem a uma palestra sobre 'saude mental'. Qdo chegamos, o preambulo foi assim: 'nao podemos falar em saude mental sem falar em politica. Entao, apresento fulano de tal, candidato nas proximas eleicoes, e bla bla bla".

Meu espanto foi que a grande maioria ou nao percebeu ou nao se chocou com o ocorrido. Na cadeira - de dois semestres - de psicologia do escolar, a professora, no primeiro dia de aula foi dizendo - nao existe neutralidade, eu tenho uma ideologia, sim, e todos os livros que ela deu para ler eram de pedagosos russos, e coisas do genero, que tinham olhar igual ao seu.

Anos depois, com filhos em colegios cariocas, me vi na mesma situacao de conviver com absurdos dados por professores pouco cultos e cheios de ideologia.

E em epoca de eleicao, entao? Mesmo no extinto GIMK, colegio de classe media alta, a doutrinacao era macica.

Como se nao bastasse, fui eu mesma fazer uma pos graduacao na PUC-Rio ha uns tres anos para perceber que esse vies ja faz parte dos professores, mesmo os 'junguianamente trabalhados'.

Um nao se conformava dos Estados Unidos nao saberem que nao adianta lutar contra um simbolo sem entender o que ele significa, no caso, o terror.Mas ele nao percebia com a mesma facilidade que esse discurso deveria servir para quem derruba outro simbolo-no caso, as Twin Towers. Era um exercicio de paciencia, de diplomacia, etc, para mim, conviver com isso tudo a cada dia ainda mais percebendo que os proprios alunos ja estavam 'anestesiados'...muitos sequer percebiam.

Nao soh no sentido politico, mas religioso. Pasme: numa universidade dita catolica, os professores se sentiam mais aa vontade ou mais cultos citando estudando ou fazendo pos graduacoes, doutorados, etc, em cultos afro e seitas outras pagas enquanto que tudo de ruim poderia caber aa Igreja, especialmente a catolica.

Nao eh esse Brasil que quero nem que meus filhos querem. Gracas a Deus, finalmente, estamos, essa minoria, tendo alguma voz...e eh mister que ela nao se cale! Marilia Tavares (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Total apoio ao posicionamento de vocês contra a ditadura intelectual, que não deveria restringir-se só à ditadura de esquerda, mas também à neoliberal, à darwiniana, à anti-vida (pró aborto) e anti-família (pró discriminação da família-padrão e do direito ao recato, como tenta estabelecer o projeto de lei atualmente discutido no Senado que quer impor a proteção dos gays e lésbicas, atribuindo-lhe alguns "direitos" que pretendem ferir o direito de todos os demais cidadãos). Parabéns pelo posicionamento. Se eu puder ajudar, contem comigo. Noé Pereira de Campos, escritor (Curitiba, PR)

_________________________________

Perseverem na luta contra a gramscização do ensino. Os defensores do pluralismo agradecem!! Bernardo (Porto Alegre, RS)

_________________________________

A todos os que, lutando para a melhoria da educação no Brasil são perseguidos em suas causas, deixo minha solidariedade e apoio. Basta de proselitismo em salas de aula, onde o principal é deixado para trás: ensinar. Chega de politização forçada de crianças. Já não é suficiente nas escolas públicas, agora também nas privadas? O que beira ao surreal é a crítica ao modelo econômico que permitea instituição de ensino particular existir, o capitalismo! Humberto Batista Munhoz (São Paulo, SP)

_________________________________

O COC demonstrou intolerância e tentou intimidar um site (bem) orientado para o apartidarismo e contra doutrinação seja de esquerda ou direita do material didático de ciências humanas, das instituições de ensino brasileiras. A ele caberia simplesmente contrapor e contestar a opinião da mãe da ex-aluna, e defender a correção de seu material didático, e corrigir eventuais distorções. Talvez assim o assunto não teria causado maior polêmica. Ao contrário, ele tenta utilizar seu incrível poder econômico paracalar a opinião de uma mãe, o que é condenável.

Esse fato demonstra qual a consideração e o tratamento que o sistema de ensino nutre em relação aos pais de seus própriosalunos! Eles, os pais, devem tomar cuidado com eventuais críticas e sugestões que porventura tenham em relação a escola que pagam para seus filhos. Esse é o recado.

Ao site, nossos parabéns por debater o pensamento único, marxista, que as ciências humanas do Brasil, não me refiro aqui ao COC, dedicam em relação a doutrina política que defendem , e bem sabemos qual, de fato,é o partido político que essas pessoas das principais universidadespúblicas brasileiros defenderam pelas ruas e salas de aula nas últimas décadas. Amarildo Fábio (Ribeirão Preto, SP)

_________________________________

Diante da gravíssima situação em que nós, brasileiros, nos encontramos, reféns do desgoverno esquerdista totalitário e predador; diante das condições de penúria financeira, intelectual, pedagógica e moral que marcam a Educação nacional; diante dos mecanismos cada vez mais õbvios de cerceamento lento, gradual e seguro das liberdades democráticas, é sem dúvida admirável a coragem com que alguns de nossos melhores cérebros - mesmo aqueles anônimos - empreendem uma resistência que, se ainda é fraca e desorganizada, pode, sim, tornar-se forte e conseqüente com a adesão de muita gente que nunca mais dormiu tranqüila depois que sua excelência, o Sapo Barbudo, o Apedeuta, o Supremo Ignorante, o Grande Chefe da reavolução esquerdizante na América Latina, chegou ao Palácio do Planalto. Parabenizo Mídia Sem Máscara e Escola Sem Partido, assim como os educadores que não se entregam, mas continuam resistindo e denunciando todas as abjetas intervenções deste governo e de seus acólitos sobre a Escola brasileira como um todo. Marilza Bigio (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Para mim isso não é novidade. Eu tenho 27 anos e curso Administração em uma universidade federal. Desde que eu entendo de política o material escolar tem um forte viés esquerdista, quando não é propriamente propaganda política. É uma ótima de iniciativa de vocês lutar contra esse tipo de procedimento adotado pelo nosso sistema educacional. Espero que vocês tenham sucesso nessa empreitada para o bem da nossa nação e da verdade. Tiago Bezera (João Pessoa, PB)

_________________________________

Parabéns ao site Escola sem Partido e à jornalista (e Mãe!) Mírian Macedo pela coragem de combater a doutrinação ideológica esquerdista, de há muito uma verdadeira praga em nossas escolas e universidades. E uma sugestão aos organizadores do site: por que não avançar ainda mais neste combate, convidando o sr. Enézio de Almeida Filho - editor do interessantíssimo blog "Desafiando a Nomenklatura Científica" - para fazer parte do seu "quadro de articulistas"? Já faz um bom tempo que ele vem travando uma batalha incrível contra a imposição ideológica, na mídia e nas instituições de ensino nacionais e internacionais, de teorias "soi disant" científicas. Penso que seria uma união de "trincheiras" bastante proveitosa. Marco Aurélio (São Luís, MA)

_________________________________

Parabéns pela iniciativa e pela qualidade do trabalho. Sou mãe de dois meninos em idade escolar, e tenho, junto com meu marido, encontrado muita dificuldade em lidar com o material didático por eles utilizado: superficial, incapaz de instigar a criança, desafiá-la, fazê-la sentir-se motivada pela grande aventura do conhecimento.

Em ciências, por exemplo, antes de ensinar-lhes conceitos básicos, frisam, sem parar, de maneira repetitiva, como se fosse comercial televisivo, conceitos soltos do que chamam de "educação ambiental".

Em história, para citar mais um pequeno exemplo, repetem incessantemente- e cobram das crianças! - a data de morte de Zumbi dos Palmares, como um panfleto, sem que as crianças entendam outros fatos e processos importantes.

Não existe mais livro-texto: os livros são entremeados de atividades: três, quatro linhas de texto, uma, duas perguntas para a criança responder, como se não tivesse capacidade para entender explicações inteligentes, interessantes... É um material fragmentado, mal-feito mesmo, que não estimula a leitura nem a curiosidade.

De fato, o que nos cabe é reclamar, discordar, discutir. Parabéns mesmo. O site é uma iniciativa louvável, e que poderá dar resultados, pois reúne as pessoas em torno do mesmo objetivo. Roberta Maniglia de Resende Matos (São Paulo, SP)

_________________________________

Sou estudante e vejo todos os dias como há uma grande tendência “pornô-marxista” nas escolas e os que a difundem ainda se dizem neutros e agem como donos da verdade. Esses deixam de lado o ensino teórico e aderem o método da doutrinação ideológica. Não é a toa que se ouve tanta besteira por aí. Os grandes heróis da juventude atual são pessoas como Che Guevara, Kurt Kobain e Bob Marley, e seus grandes inimigos são o Cristianismo, os EUA e o Conservadorismo. Hoje mesmo, em uma discussão sobre a greve na USP, ouvi um comentário de uma aluna favorável à idéia se referindo aos que não aderiram à causa ou que não se posicionaram, dizendo que “hoje em dias os estudantes estão alienados! É necessário voltar mais o aluno à política, proporcionar-lhes um maior embasamento sobre questões do gênero. Deve haver aulas sobre política nas escolas”. Na verdade ela quis dizer que os alunos não estão sendo doutrinados o suficiente pelos professores esquerdistas, é necessário aulas especiais para isso. Se a vontade dela se concretizar estaremos a poucos passos de criar algo como gulags soviéticos. Dou meu total apoio à jornalista Mirian Macedo e ao site EscolasemPartido.org, pois sou a favor de melhor qualidade no ensino, menos lavagem cerebral esquerdista e, principalmente,sou a favor da liberdade de expressão. Gabriel Schühli (Ribeirão Preto, SP)

_________________________________

A cada dia fico mais impressionado com a pouca vergonha daqueles que se intitulam "esquerdistas salvadores da pátria". Se acham no direito de falar o que querem e agir com querem (e têm esse direito, nos limites da lei), mas simplesmente negam esse mesmo direito àqueles que discordam de suas "idéias" e opiniões (que, aliás, nunca são próprias, mas de alguns poucos "líderes responsáveis"). Me admira ainda mais a "curtura" (com "r" mesmo) desses mesmos "esquerdistas salvadores da pátria", pois sequer sabem o mínimo da língua nacional mas se julgam entendedores de pensamentos e doutrinas muito mais profundas (como a de Karl Marx, entre outros) do que possa supor sua "vã e inútil" filosofia de botequim. Parábens ao Escolasempartido pela luta árdua, mas gloriosa, em prol do verdadeiro ensino: livre, justo, imparcial e isento de doutrinas ou ideologias, que privilegia o livre pensar e a opinião própria (e não induzida). Continuem firmes.... os estudantes brasileiros agradecem. Castor Amaral Filho (Governador Valadares, MG)

_________________________________

Parabéns à Mirian Macedo e aos sites que têm coragem de denunciar os abusos dessa pedagogia (ou seria demagogia?) idiotizante. Espero que isso sirva de exemplo para os pais de alunos e mesmos estudantes e professores também entrarem nessa luta. Joaquim Messias (Taguatinga, DF)

_________________________________

Gostaria de expressar meu total apoio ao sitenas iniciativas atuais e futuras .Além da óbvia doutrinação ideológica que , há muito , deixou de ser meramente implícita, para ser alardeada até com um certo orgulho idiota, o "affair COC" revela o ódio do esquerdismo pelo mundo real, o desapreço pelos fatoshistóricos, biológicos, econômicos etc. Parabéns pela coragem Sra. Míriam. Luiz Humberto Werdine Machado (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Apóio incondicionalmente o movimento Escola Sem partido.Org (e o site de mesmo nome) assim como a jornalista Miriam Macedo pela luta contra a doutrinação de nossos filhos em sala de aula. Érika Bento Gonçalves (São Paulo, SP)

_________________________________

Declaro meu total apoio na luta contra a prepotência, materializada, no presente caso, em ridícula tentativa judicial de restrição à liberdade de expressão, daqueles que, disfarçados sob o manto de protetores sociais, propagam sua própria estupidez e sectarismo históricos. Luiz Simões (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Permaneçam firmes. Marcio (Curitiba, PR)

_________________________________

Sou professor e já vi quanto pode ser emburrecedor este tipo de doutrinação. Parabéns à jornalista e ao site pela denúncia. É disto mesmo que precisamos. Carlos Emiliano Filho (Tapira, PR)

_________________________________

Envio meus cumprimentos pela iniciativa do blog. O Brasil (não "este país", como estamos nos acostumando a ouvir) precisa reagir ao barbarismo dos novos ocupantes da praça que não sabem sequer utilizar as mais comezinhas regras de convivência social. São a prova nua e crua do que a falta de (boa) educação pode produzir. O pior: nem ao menos aprenderam a ler. Se soubessem as primeras letras, poderiam entender o que significa o inciso III do art. 206: "pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas". A nossa pobre Universidade é o que é graças à "petização" que assolou a academia, há muitos anos. E ainda têm coragem de falar em "autonomia universitária", quando este princípio também pressupõe a liberdade de construção do conhecimento, sem amarras ideológicas. Parabéns pela coragem. Quero apoiá-los, de alguma forma. Disponham. Ainda há muito que fazer para evitar tempos mais tenebrosos. Mas já é um grande e elogiável esforço proteger as crianças dos danos da má informação e da péssima formação. Cleto de Assis (Curitiba, PR)

_________________________________

Estamos criando uma geração confusa, com idéias contraditórias e pouca aptidão para o debate. É uma agressão fascista, covarde. Um grupo de que coragem de perpetrar tantas mentiras entre jovens com pouca experiência e indefesos frente à doutrinação é capaz de toda espécie de baixeza. Ou os pais e educadores responsáveis reagem ou estaremos entregando o Brasil aos facínoras. Francisco Segundo (Natal, RN)

_________________________________

Que o site e Miriam tenham vida longa e continuem denunciando esses absurdos praticados em escolas, por professores toscos, de péssimo caráter, ignorantes e despreparados. O professor tem que ensinar a pensar, a discutir, a estudar assuntos e permitir ao aluno a fundamentação necessária livre de qualquer ideologia. O que esses malditos esquerdopatas fazem é covardia, é o mesmo que viciar alguém em drogas, é criminoso. Aproveitam-se de seus diplomas, conseguidos nem se sabe como, para do alto de sua arrogância promover a lavagem cerebral de estudantes. Deveriam ter seus registros profissionais cassados e impedidos até de adestrar cachorro. Parabéns ao site, e desejo sinceramente que esse sistema COC vá à falência! Que o peso de seus "adevogados" volte para si próprios em dobro! Heraldo Neves Falcão (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Eu li a reportagem na Folha de S. paulo e na Veja. Eu sou bacharel em direito e tive o mesmo problema quando estudei no COC, no terceiro colegial, porque meu professor que não era historiador, mas formado em ciencias sociais, ficou bravo porque eu descendente de poloneses contestei ele que os socialistas invadiram juntamente com as tropas de Hitler a Polonia e que os esquerdistas não eram nem um pouco a favor da liberdade como dizem os falsificadores que escrevem a história oficial.

Quanto à pornografia, ela é toda esquerdista para perverter as almas e a sociedade, no que cabe dizer que hoje as crianças vão as escolas para aprenderem a fazer sexo, porque só se fala em coisas eroticas na escola, ou então em defender MST e congeneres que ensinam a cobiçar as coisas alheias e até a morrer como martir da causa socialista...

S e a senhora estiver interessada, eu posso digitar uma declaração falando de minha vivencia para que a senhora utilize como prova em um proceso judicial, que creio eu, por enquanto, a Sra. está ganhando.

O que a senhora fez é um ato de bravura que homens como eu tem medo, porque hoje mal podemos ir a uma missa que lá está a doutrina "teologia da libertação" que foi condenada pelo papa polones mas ainda os padres, pervertidos e homossexuais, que insistem em seguir uma doutrina marxista que leva ao caos e a desordem.

Meus sinceros votos de uma vitória por parte das pessoas de bem como a Senhora está fazendo. Lucas Janusckiewicz Coletta (Araraquara, SP)

_________________________________

Senhores, não se abatam por causa desta ação. Ela será vitoriosa com o é o seu site que sempre acompanho. Está mais que na hora de se dar um basta neste estado de coisas nas escolas. Um forte abraço. Eloi Veit (Marechal Câncido Rondon, PR)

_________________________________

Educação é trabalho para educador e não para ideologias de esquerda que trazem idéias vencidas pela história e sem chance de construir uma nação. Nossos jovens são vitimas de esquerdistas hipócritas que sujam a escola com sua presença ideológica. A panfletagem tira do aluno a capacidade de dicernir e valorizar o que o mundo tem de melhor. A liberdade. A décadas que nosso ensino vive esta situação e folgo em saber que este site propõe um enfrentamento democrátioc pelo exercício da liberdade de existirem opiniões diversas ao do estabelecido. Parabéns! Miguel Duarte - pai e cidadão brasileiro (Santa Cruz do Sul, RS)

_________________________________

Me solidarizo com a "briga" comprada pelo Escola sem Partido em relação ao sistema COC de ensino. A educação neste país não está apenas sucateada, mas antes disso, poluida por toda sorte de ideologias da Esquerda nacional, que não mede esforços em sua revolução cultural. Parabéns pela iniciativa corajosa! Daniel Zancha (Limeira, SP)

_________________________________

Quero dar todo omeu apoio ao site e à jornalista em questão. Vanilze Medeiros (Belem, PA)

_________________________________

Parabenizo a jornalista Miriam pela coragem e manifesto o meu sincero apoio ainiciativa dos criadores do site em manter este espaço democrático em funcionamento. Força, continuem seu trabalho!!! Elder dos Santos Carmo (Belem, PA)

_________________________________

Gostaria de parabenizá-los por lutar contra a lavagem cerebral esquerdista que vem sendo feita desde tenra idade aos nossos estudantes! Precisamos dar um basta na doutrinação ideológica nas escolas! Marcius Dellano Moraes (São José do Rio Preto, SP)

_________________________________

Bem, foi com alegria que encontrei este site. Eu sou um dos que não aguento mais essa doutrinação esquerdista que está presente em tudo (mídia em geral, sistema educacional, etc). Meu intento é fazer desse site uma fonte de pesquisa para poder me aprofundar e também combater as mentiras fomentadas por esses pobres zumbis. Coragem! E obrigado por iniciativas como essa. Fredy Pereira Rodovalho (Ipubi, PE)

_________________________________

Quero manifestar minha solidariedade e parabenizá-los pela corajosa postura frente ao problema. Leila Dias Dória (Brasília, DF)

_________________________________

Qualquer condenação aos autores/donos do site deve ser encarada como uma falha gravíssima do judiciário. A liberdade de expressão presente na constituição deveria proteger os cidadãos brasileiros de ações como essa. Ricardo Marroco (Maringá, PR)

_________________________________

Força aí! Estou com vocês nessa! Davi (Brasilia, DF)

_________________________________

Sou professora de escola pública e, entre os  meus pares, o marxísmo impera quase absoluto, porém já não são tão ostensivos na militância e patrulhamento, como eram antes dos escândalos do PT. Qualquer manifestação divergente  dos dogmas esquerdistas era imediatamente combatida a golpe de clichês e desqualificações pessoais, a intimidação era terrível e assustadora. Parabéns ao site escolasempartdio e à articulista Míriam Macedo, todo meu apoio a esta luta na qual também estou engajada. Miriam Martins Senhorinho (Viamão, RS)

_________________________________

Apóio totalmente essa bandeira. Outro dia meu filho chegou da escola contando as "maravilhas" do socialismo, que tinha ouvido do seu professor de Geografia. Virou moda, principalmente nas escolas particulares, os professores que se acham "intelectuais" doutrinarem os alunos com a teoria marxista, a mostrando como um paraíso, o mais puro exemplo da perfeição. ABSURDO!!! Luis Fagundes (Campinas, SP)

_________________________________

Concordo inteiramente com os propósitos da Escola Sem Partido. Por material escolar de qualidade! Maria da Conceição Sampaio de Sousa (Brasília, DF)

_________________________________

Acompanhei todo o caso e julgo que as matérias publicadas no Midia Sem Máscara e na Escola sem Partido estão completamente corretas. É um acinte que escolas tentem impingir a nossos filhos uma visão esquerdista que po si é retrograda e baseada em discursos inconsistentes. DIGO NÃO À DOUTRINAÇÃO NAS ESCOLAS. Nossos filhos devem ser educados para decidirem os próprios caminhos e não formados no caminho do totalitarismo e do "politicamente correto" ou, como costumo dizer, nos "esquerdistamente correto". Evanir Vieira dos Santos (Rio de Janeiro, RJ)

_________________________________

Não podemos permitir que o Sistema de Educação no Brasil seja mais um braço do projeto de Descontrutivismo Social. É uma ideologia esquerdista, socialista-marxista que visa destruir os valores judaico-cristãos, especialmente, como tentativa de desconstruir os valores sólidos da família, em detrimento da própria Constituição da República Federativa do Brasil. Juvenil Nepomuceno Felix (São Gonçalo, RJ)

_________________________________

A doutrinação partidária em salas de aula do 2º grau é um fato conhecido e antigo. Nos anos 80 e 90, havia ainda certo recato por parte de ativistas travestidos de professores pelo fato de vários outros profissionais serem oriundos de uma época em que as universidades eram centros de pesquisa e estudo que admitiam mais de uma corrente de pensamento. Assim, havia sempre a possibilidade de confrontação com outras opiniões, e menos possibilidades de se criar um clima de intimidação. Hoje, a situação agravou-se muitíssimo, por dois motivos: primeiro, porque todos os cursos superiores de História e Geografia, por exemplo, são ministrados por pessoas cuja visão do mundo é grotescamente homogênea. Depois, porque há um tabu em relação ao enfrentamento assunto: as mais sutis dissensões de um grupo esquerdista em relação a outro são motivo de acusação recíproca de direitismo, ao passo que a discordância direta, pura e simples foi abolida da universidade. Esse mecanismo permite a manutenção da farsa do pluralismo. Se as faculdades não possuem professores cujas opiniões girem em torno do ideário capitalista, da moral judaico-cristã e da democracia liberal, então não há professores de direita na universidade. Se não há professores realmente conservadores na universidade, é a coisa mais natural do mundo que os pupilos desta, os professores secundaristas, sintam-se verdadeiros educadores toda vez que panfletam. Obviamente, esse estado de coisas precisa ser combatido. André Luiz Serrano Falavigna (São Paulo, SP)

_________________________________

Vocês têm o meu apoio total!!! As leis que estão sendo aprovadas, a direção que o atual governo está dando para a saúde e a educação, a corrupção reinante e impune... todas essas circunstâncias são indignantes e não compartilho com nenhuma delas. Gostaria que a escola se preocuapasse mais em formar pessoas que camaradas. Na realidade, é urgente que a escola dê formação intelectual e humana. Atualmente dá informação e além do mais errônea. O que podemos fazer? Ana Cecília de Campos Sampaio (Niterói, RJ)

_________________________________

É revoltante perceber a educação que nossos filhos recebem, e inclusive nós recebemos, das nossas escolas e universidades. É raro um professor que não seja um doutrinador da esquerda (às vezes até sem perceber) ou um apologista de sectarismo.

Na escola de meus filhos, por exemplo, usa-se apostilas do grupo Positivo. Estas apostilas são aberrações do ensino. Elas pregam o evangelho do comunismo e do sectarismo, além de demonizar a cultura ocidental.

O suporte às atitudes para acordar o país e os pais é válido. Por isso declaro meu apoio à jornalista Mírian Macedo. Joanilson G. Abreu (Serra, ES)

_________________________________

Caro Miguel Nagib, a doutrinação esquerdista nas escolas brasileiras é tão escabrosa que continua surpreendendo até a mim, que já me imaginava calejado com isso. Há anos, como jornalista e mestre em sociologia, venho denunciando essa doutrinação.

Mas a denúncia da jornalista Miriam Macedo me surpreendeu. Os autores da apostila daquela escola que a Justiça não deixa dizer o nome são verdadeiros estelionatários cognitivos e morais. Sem dúvida alguma, a referida apostila é um pornomarxismo deslavado.

É lamentável que um juiz proíba a menção do nome da escola. Por que um estabelecimento de ensino pode seviciar crianças cognitivamente, mas não pode ser denunciado em público? Isso para mim, é censura indevida.

Já a suposta explicação da escola é abjeta. Quem a escreveu não diz absolutamente nada. Apenas repete as diretrizes curriculares esquerdistas do MEC, naquela linguagem empolada de analfabetos funcionais travestidos de educadores. José Maria e Silva (Goiânia, GO)
________________________________

Caríssimos editores, servidores e leitores do site "escolasempartido":
Somente agora fui tomar nota do infeliz comportamento do Sistema COC. Venho manifestar meu REPÚDIO diante da atitude do Sistema COC em processar o coordendor e a autora do texto que denuncia uma triste realidade que ocorre (esta sim, impunemente!!) durante muito tempo na maior parte das escolas do Brasil. Portanto, quero prestar minha solidariedade ao site “escolasempartido” e à autora do texto hostilizado pelo Sistema COC de ensino. Leonardo Serafini Penitente (Colatina, ES)

Continua

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato