Escola sem Partido obtém liminar na Justiça para que calouros da UFLA não sejam obrigados a participar de oficinas de feminismo, gênero e história do movimento LGBT

logoO Juiz da 14ª Vara da Justiça Federal em Brasília concedeu liminar requerida em ação civil pública ajuizada pelo Escola sem Partido, para que nenhum calouro da UFLA seja punido (desligado da universidade) por se recusar a assistir às oficinas de feminismo, gênero e história do movimento LGBT na semana de recepção dos calouros realizada em 13 a 16 de março.

Com fundamento na liberdade de consciência e de crença dos calouros, o Juiz determinou "que a Universidade demandada se abstenha de desvincular de seu corpo discente qualquer aluno que se recusar, por razões de convicção filosófica ou religiosa, de participar de qualquer uma daquelas oficinas programadas para a Recepção de seus Calouros 2018/1."

Para ler a decisão, clique AQUI.

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato