Corpo de Delito

Exibiremos nesta seção artigos, textos e documentos que comprovam a instrumentalização do ensino para fins políticos e ideológicos.


O que se ensina num "curso de atualização" promovido por um sindicato de professores

As mensagens abaixo foram enviadas a um colaborador do ESP por uma professora que está fazendo um curso oferecido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná - APP. O objetivo da professora é apenas cumprir as exigências de "atualização" para que possa progredir na carreira.

Leia mais...

Nem a Matemática escapou...

Por Reinaldo Azevedo

Juro que não se trata de uma brincadeira

Um leitor me mandou cópia de um e-mail, que segue abaixo. Omito os dados que possam identificar tanto quem me enviou a cópia como a fonte primária do convite. Uma pessoa, que vai defender uma tese na Faculdade de Educação da USP, convida seus colegas para o evento. Olhem: vou me dispensar de fazer comentários. Tudo é tão eloqüente... Segue sem reparos. Inclusive na inculta e bela. O que vai abaixo explica por que chegamos aqui.

Leia mais...

Professores da UFBA apóiam doutrinação em livro didático

Finalmente, a grande imprensa começa a despertar para o problema da doutrinação ideológica nas escolas. As denúncias de Ali Kamel no Globo provocaram uma onda de indignação nacional. O assunto é objeto de reportagens e discussões públicas em todo o país.

Ao mesmo tempo, sentindo-se ameaçado, o monstro coletivo-totalitário que seqüestrou a educação brasileira contra-ataca em diversas frentes.

Leia mais...

"Não existe escola nem educadores que não sejam de esquerda"

Mensagem enviada ao site, em 22.04.2007, por Mara, de Itaqui-RS, resume de forma cínica e brutal o estado da educação no Brasil:

 "que povo mais ignorante... vc devia ler PAULO FREIRE, vc não vai poder viver num mundo sem a esquerda... viva LULA, viva paulo freire, viva o MST, viva a revolução da esquerda...Não existe escola nem educadores que nao sejam da esquerda..."

Sem comentários.


Ministro Bacardi

Nossa primeira enquete, encerrada em 14/07/2004, perguntava aos visitantes do site se eles o consideravam uma iniciativa necessária. 87% dos votantes disseram que sim; vários visitantes deixaram comentários; uns a favor, outros contra. Entre as manifestações desfavoráveis, estava a seguinte, deixada por um tal “Raul Bacardi”:

“Pois é, agora que as universidades públicas começam, ainda muito timidamente, a incorporar gente do povão, democratizando-se, esse povinho reaça começa a chiar... 
Mas não adianta, não. Se por um lado neguinho vem com esse site, muita gente vai defender uma universidade "esquerdista" pros olhos de vcs, multiculturalista e pró-reforma agrária, pelo menos nas ciências sociais. 
Pau no cu dos fascistinhas!”

O que chama a atenção nesse comentário não é a grosseria, nem a defesa explícita do uso da educação para fins político-ideológicos. O que realmente impressiona é a profunda sintonia da idéia que ele expressa com a política do Ministério da Educação para o ensino superior. De onde se conclui que a educação brasileira está nas mãos de indivíduos que pensam como Raul Bacardi.

Pagina 4 de 5

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato