Defenda seu Filho

Divulgaremos neste espaço mensagens enviadas por pais de alunos que tenham sido ou estejam sendo vítimas de doutrinação político-ideológica em sala de aula.

Para enviar uma mensagem, clique aqui.


Cerco ideológico no Instituto Dom Barreto, de Teresina-PI

Defendendo os filhos dos outros, o coordenador do ESP, Miguel Nagib, denuncia a prática de doutrinação ideológica num dos mais tradicionais e conceituados colégios do Piauí (texto publicado originalmente em 12.04.2009).

*  *  *

Não é preciso assistir a uma aula de História no Instituto Dom Barreto (IDB), de Teresina, para fazer uma idéia do cerco ideológico a que estão sendo submetidos os alunos dessa conceituada instituição de ensino piauiense: basta visitar a página da coordenação da disciplina de História, no site do colégio (clique aqui), e dar uma olhada nos textos ali oferecidos à reflexão dos estudantes. São eles:

Leia mais...

Mensagem enviada por Ana Prudente, em 13.08.2007

Acredito em cada palavra que a Sra. Mírian Macedo, mãe de uma estudante do Colégio Pentágono/Morumbi (SP), escreveu em seu texto-denúncia Luta sem Classe. Meu filho estudou nessa mesma unidade de 1992, quando entrou na pré-escola, até concluir o colegial.

Parece-me que foi a partir da 8ª série que, acompanhando os estudos de meu filho, percebi que os capítulos mais valorizados nos livros de História eram justamente aqueles que enalteciam as experiências comunistas pelo mundo. Neles, o viés marxista estava em alta, enquanto os capítulos que ensinavam sobre a queda do comunismo eram simplesmente ignorados.

Leia mais...

Leitura tendenciosa e inadequada

 

Mãe de estudantes expressa indignação com livros didáticos adotados pela escola de seus filhos (11.05.2009). Leia também os comentários do ESP, escritos por Luis Diniz Filho e Luciano Garrido.

*  *  *

Sou mãe de 4 filhos do Ensino Fundamental que estudam no Colégio Nossa Senhora das Dores (escola católica da Zona Norte de São Paulo). De maneira geral, estou contente com a escola, e acompanho diariamente as tarefas de casa das crianças, pois é minha obrigação de mãe e uma ótima oportunidade para educar e esclarecer aquelas aulas de Geografia e História (principalmente), cheias de informações distorcidas, que, sem a devida explicação, são absorvidas totalmente pelos alunos, que não têm condições de se proteger ainda.

Gostaria de comentar aqui duas situações recentes: uma leitura extra-classe de Geografia do 7º ano e um texto do livro de Português do 4º ano, que me deixaram indignada, e não posso deixar passar em branco.

Leia mais...

Pagina 5 de 6

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato