Mensagem enviada por Luciano Marques Pacheco, em 18.07.2006

Bravo! Foi com imensa alegria que descobri o Escolasempartido. É sinal de existe uma luz no final do túnel, de que o Brasil não está fadado ao caos socialo-marxista.

Há quatro anos estudando numa universidade francesa, Université Paris VIII, ou melhor num aparelho politico-idéologico socialo-marxista-altermundialista, não ouso abrir a boca pois quando o fiz fui imédiatamente interpelado pela patrulha e ameaçado de retaliações. Pensei que talvez mudando de universidade conseguiria alguma liberdade de expressão e que absorveria algum conhecimento ao invés de idéologia rasteira. Ledo engano, em todas as instituições de ensino francesas, digo todas, a atmosphera intelectual está impregnada pela «pensée unique de gauche». Não tem saída senão o autodidatismo. Situação equivalente prevalece nos meios de comunicação. Neste contexto não causa espanto o fato de a França caminhar a passos largos me direção ao subdesenvolvimento, ao abismo, à insignificância.

O mais grave é o aumento constante da quantidade de estudantes brasileiros em instituições francesas. Como disse, com muita lucidez, o Olavo de Carvalho «a miséria do Brasil começa em Paris».

Vim parar aqui por falta de informação honesta e por influencia da bibliographia que me foi imposta durante o curso de graduação em comunicação social que fiz na Universidade Católica do Salvador.

Hoje lanço meu grito : Caros compatriotas, não venham estudar na França ! A sociedade francesa não é um modelo a seguir, ela está em estado de decomposição avançado ! Se querem absorver algum conhecimento valido em vez de idéologia rasteira não pisem aqui ! Mas atenção, se quiserem pagar pra ver e ingressar na Sorbonne esta é a regra de ouro : nunca, jamais manifestar nenhum traço de hostilidade ao Morales, Chaves, Castro ou Guevara ! Alguma simpatia pelos EUA, nem pensar ! Se quiser ser visto como alguém inteligente, esclarecido use uma camisa, um broche ou uma boina do Ché!

Deixe uma resposta

Open chat
1
Olá 😊 !!!! Como podemos ajudar?
Powered by