Professora demoniza imagem masculina, e fala sobre suas intimidades (sexuais) em sala

Relato anônimo recebido pelo Instagram do ESP.

Gostaria de compartilhar um dos dias que me senti mais diminuído em minha vida. 

Ocorreu há uns 8/9 anos, durante o ensino médio. Estudei em um colégio particular respeitado da minha região. Uma professora de história voltou de férias grávida, e talvez usufruindo de sua estabilidade, começou a se posicionar politicamente de forma muito mais agressiva. 

Naquela época, era muito amigo de algumas garotas e esta professora tirou uma aula para falar sobre feminismo. Ela disse que todo garoto se aproxima das garotas na escola com a única finalidade de assediá-las; que os amigos homens somente esperam um momento de descuido para as apalpar e forçar que elas façam o que não querem. Disse também que muitas poderiam pensar que tal garoto era diferente mas que eram todos iguais, entre outras coisas. 

Essa mesma professora, na primeira aula após suas férias, disse que estava grávida e que não sabia ao certo se foi na cachoeira, ou no quarto, ou na cozinha, ou no banheiro, que engravidou (insinuando que teve relações sexuais nos mais diversos locais, citando um a um).

Open chat
1
Olá 😊 !!!! Como podemos ajudar?