Depoimentos

Divulgaremos neste espaço depoimentos de estudantes que tiveram ou ainda têm de aturar a militância político-partidária ou ideológica de seus professores.

Esperamos, com isso, alcançar um duplo resultado. O primeiro é ajudar outros estudantes a identificar as estratégias de doutrinação e propaganda utilizadas por seus professores e, naturalmente, se precaver contra elas. O segundo é mostrar aos professores que porventura se reconheçam em tais depoimentos o grande erro que vêm cometendo ao tentar fazer de seus alunos futuros "agentes de transformação social", a serviço desse ou daquele partido ou ideologia.


Depoimento enviado ao ESP (15.07.2016)

Precisamos lutar para que a barbárie vista nas universidades não chegue às nossas crianças. A situação na minha universidade é um desastre. Concluí agora o curso de letras numa estadual. Grupelhos ideológicos, que não estudam nem trabalham, tomam conta de tudo. A universidade é toda pichada com palavras de baixo calão.

Praticamente todas as disciplinas são estudadas a partir de uma visão à esquerda. Em TODO semestre há mais de um professor que usa a disciplina para passar porcarias ideológicas, circunstância em que a intimidação é escancarada. Os alunos, que não têm condições nem preparo para se contrapor a tudo isso, acabam cedendo. A atitude cômoda de dizer o que será facilmente aceito, o objetivo de ganhar a simpatia do professor para passar na disciplina e talvez conseguir uma bolsa de estudo levam todos para o mesmo buraco. Discursos contrários à esquerda são tratados com cinismo.

Leia mais...

Depoimento de Tiago Arenhart (15.07.2016)

Me chamo Tiago Arenhart, tenho 24 anos e curso Relações Internacionais no … , em Porto Alegre – RS. Meu curso divide-se entre as ciências humanas e exatas e remeto este email para relatar minha experiência até o momento em minha instituição de ensino que é privada. Já concluí 2 (dois) semestres até agora e pretendo trancar meu curso e procurar outra instituição devido a alguns problemas enfrentados desde o inicio do curso.

Leia mais...

Depoimento de Mayla Andrade Araujo (15.07.2016)

Lembro de uma professora que passou a aula falando mal de Deus, usando o Antigo Testamento pra falar que Deus é um ser perverso. Uma aluna destemida se levantou da cadeira e pediu licença pra falar, ela e a professora quase saem no tapa. Infelizmente eu fui uma que me acovardei, apesar de estar achando um absurdo a postura da professora Eu só queria estudar, ter meu diploma e um bom emprego, mas com o tempo amadureci e vejo a importância da neutralidade do professor e do respeito que ele deve ter com a religião e as convicções dos alunos. O fato ocorreu em 2011, no curso de Pós-graduação em Língua Portuguesa e Literatura de uma instituição privada de Macapá-AP.

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato