Depoimentos

Divulgaremos neste espaço depoimentos de estudantes que tiveram ou ainda têm de aturar a militância político-partidária ou ideológica de seus professores.

Esperamos, com isso, alcançar um duplo resultado. O primeiro é ajudar outros estudantes a identificar as estratégias de doutrinação e propaganda utilizadas por seus professores e, naturalmente, se precaver contra elas. O segundo é mostrar aos professores que porventura se reconheçam em tais depoimentos o grande erro que vêm cometendo ao tentar fazer de seus alunos futuros "agentes de transformação social", a serviço desse ou daquele partido ou ideologia.


Depoimento de Dorcas J. Alves da Silva, via Facebook (24.05.2016)

Desde que tomei conhecimento do ESCOLA SEM PARTIDO, tenho acompanhado e gosto muito, pois antes eu já combatia essa doutrinação que tomou conta das instituições de ensino.

Neste ano de 2016 resolvi voltar à faculdade, fazendo curso de história na Universidade Estadual de Goiás, e confesso que no segundo dia já queria desistir. Levei um susto, não acreditei no que estava presenciando, a faculdade é uma verdadeira ''boca de fumo''; o cheiro de maconha está em toda parte. Durante a semana do calouro, fomos recepcionados e assistimos a várias palestras, tudo voltado para a ideologia de gênero; professores gays falando sobre homossexualismo.

Leia mais...

Escola sem Partido não é lei da mordaça! Depoimento de Ilona Becskeházy, em 13.06.2016

Nas reuniões públicas sobre política educacional de que participei nas últimas semanas sobre a BNCC, incluindo uma na Câmara dos Deputados, o assunto principal em pauta foi flagrantemente desviado para o tema do Movimento Escola sem Partido. Eu já tinha ouvido falar, sem nunca ter realmente entendido como o Movimento atuava. Mas como nessas reuniões o Movimento estava sendo acusado de promover leis de censura e mordaça ao trabalho do professor, fui ver do que se tratava.

Leia mais...

Mensagem enviada por Isaías Rosa da Silva, em 04.11.2015

 

EDUCAÇÃO BANCÁRIA E EMPODERAMENTO: A QUEM INTERESSA? 

Na universidade ouvi, ad nausean, algumas expressões e máximas nunca ouvidas fora daquele ambiente. Eis algumas delas: “educar é um ato político”; “educação bancária”; “desconstrução”; “contra-hegemonia”; “empoderar”. Coloquei-as nessa ordem propositalmente. Acredito que fazem parte de um processo meticulosamente articulado, mas me deterei em apenas duas.

Leia mais...

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato