O Papel do Governo

Os governos municipais, estaduais e federal desempenham um papel preponderante na educação brasileira, graças ao expressivo volume de recursos destinados ao ensino pela Constituição. Cabe a esses entes, portanto, a maior parte da responsabilidade pelo estado de ideologização, politização e partidarização do ensino no país. De fato, a partir da década de 1980, os governos estaduais e federal, principalmente, não só não identificaram e não combateram o problema, como contribuíram decisivamente para a sua disseminação, ao promoverem uma perspectiva pedagógica altamente politizada.

Divulgaremos, nesta página, textos, normas e documentos que evidenciam essa grave cumplicidade do estado brasileiro com a doutrinação ideológica e com a usurpação da autoridade moral dos pais pelas escolas e professores.


Fazendo a cabeça dos fazedores de cabeças: sob administração petista, prefeitura de S. José dos Campos promove palestra de Leonardo Boff para professores da rede municipal de ensino

Notícia publicada no site da Prefeitura Municipal de S. José dos Campos-SP, em 15 de janeiro de 2014, sob o título "Leonardo Boff abre ano letivo da rede municipal".

Imagem mostra o teólogo, escritor e educador Leonardo BoffA Secretaria de Educação de São José dos Campos abre o ano letivo no dia 4 de fevereiro, com uma palestra especial ministrada pelo teólogo, escritor e educador Leonardo Boff. O encontro é para dar boas-vindas aos professores da rede municipal de ensino.

A palestra será a partir das 8h, na Primeira Igreja Batista (PIB), no Campus Colina (Km 145 da via Dutra). Com o tema “Educação no paradigma do cuidado”, a palestra tem enfoque na pedagogia social será ministrada nos períodos da manhã e tarde.

Leia mais...

O marxismo no currículo da Escola Pública de Santa Catarina

Por Renato Rabuske

Em conversa com um professor da Escola Pública Estadual, chamaram-me a atenção as referências desabonadoras, desse professor ao currículo que lhe era proposto cumprir. Curioso, entrei na Internet para ver o que havia a respeito. Liguei também para a SED (Secretaria de Educação e Desporto), onde me informaram que tudo o que havia a respeito se encontrava na Internet. De fato, há farto material na rede, mas não encontrei a proposta original, publicada em 1991 na Imprensa Oficial do Estado. Na busca dessa proposta inicial, dirigi-me à Biblioteca Pública do Estado, na Rua Tenente Silveira, onde os funcionários não souberam precisar quando houve tal publicação. Contudo, a boa vontade dos funcionários conseguiu localizar uma cópia, que se diz fidedigna, da publicação original. É nessa cópia que baseio minha breve análise.

Leia mais...

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato