Vestibular

A contaminação político-ideológica também afeta os exames vestibulares, já que o professor militante também é, quando pode, examinador militante.

Nesta seção publicaremos questões e gabaritos que evidenciam a contaminação político-ideológica dos exames vestibulares, provas de concurso de ingresso no serviço público e outras avaliações.


Enade 2012: o provão de Jornalismo da Escolinha do Professor Mercadante: tara esquerdopata, ódio à “mídia” e ignorância em dois idiomas

Por Reinaldo Azevedo

Escrevi ontem um primeiro post sobre as delinquências intelectuais do “provão” — o tal Enade — de jornalismo, aplicado pela “Escolinha do Professor Mercadante”. Como deixei claro naquele texto, os estudantes foram OBRIGADOS A DEFENDER O CONTROLE SOCIAL DA MÍDIA — o nome politicamente correto que os petistas dão à censura e ao controle de conteúdo exercido pelo estado — e foram instados a responder que as fontes oficiais de informação são as mais confiáveis!!! É… Até a semana passada, se algum jornalista quisesse saber a verdade sobre a Advocacia Geral da União, por exemplo, bastava consultar o número 2 da pasta, o agora demitido José Weber Holanda. Se quisesse algum detalhe sobre a Presidência, bastava telefonar para a Rosemary, a amiga de Lula…  Sinto por eles a vergonha que não têm…

Leia mais...

Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas (dezembro 2012): Procura-se médico engajado!

Por André de Holanda *

No último domingo (dia 9/12), mais de três mil pessoas fizeram a primeira prova do vestibular da Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal). Deveriam responder questões de Língua Portuguesa, Literatura Brasileira, Língua Estrangeira e escrever a Redação (disponível em: http://www.copeve.ufal.br/sistema/anexos/Vestibular%20UNCISAL%20-%202013/Prova%20-%20Primeiro%20dia%20-%20tipo%201.pdf) .

No ano passado, o vestibular da Uncisal pediu aos candidatos que tomassem como argumento principal da Redação a frase: “Com efeito, a lógica consumista faz da disposição de consumir coisas uma necessidade vital”. Fiquei ressabiado: será que, neste ano, a universidade incorreu em nova tentativa mal disfarçada de avaliar conhecimento segundo critérios político-ideológicos?

Leia mais...

Enem 2012: Mercadante queria que estudantes fizessem o que ele fez em seu "doutorado": puxar o saco de Lula. Demonstro

Por Reinaldo Azevedo

Não pensem que a prova de redação é o único absurdo patrulheiro do Enem. Não é não! Há coisa que só não é pior porque não tem a mesma importância dessa prova, que representa 50% da nota total do exame. Um candidato pode acertar, sei lá, 90% das questões, mas “desrespeitar os direitos humanos” segundo o juízo do examinador. Já era! Um candidato que seja considerado um humanista exemplar, no entanto, ainda que notavelmente ignorante, pode suplantar o outro… Prova que permite esse tipo de coisa, entregando ao examinador tal poder discricionário, tem viés totalitário, ainda que não se perceba à primeira vista. Mas vamos ao ministro Aloizio Mercadante.

Leia mais...

 


Tomatadas

O Blog do Diniz


De olho no livro didático

Blog do Prof. Orley


Não deixe que seu professor faça isso com você.


Denuncie!


Enfim, o tema musical da educação brasileira



Biblioteca Politicamente Incorreta

O-Guia-politicamente-incorreto-da-história-da-América-Latina


 

Popular

Novidades

Contato