Alunos contrários ao #LulaLivre têm suas cadeiras de sala de aula pichadas

“Alunos que se posicionam contra o movimento (#LulaLivre) estão sendo alvos de pichações nos seus lugares na sala de aula, eles escrevem em nossas cadeiras e mesas e também nas paredes da sala onde os nossos lugares  são colocados.”

Venho aqui relatar atos que aconteceram na Escola Estadual Barão de Ramalho, localizada no bairro Penha de França, Zona Leste de São Paulo.

Alunos fizeram pichações de “#LulaLivre” e “#Lula2018” durante o período de aula e nenhum professor se manifestou contra o movimento. Isso também é um dos poucos problemas que estamos enfrentando.

Alunos que se posicionam contra o movimento estão sendo alvos de pichações nos seus lugares na sala de aula, eles escrevem em nossas cadeiras e mesas e também nas paredes da sala onde os nossos lugares  são colocados. Como aluno do 3º ano do Ensino Médio dessa escola estou indignado, pois estamos cansados de escutar de professores e alunos doutrinados uma questão ideológica que não somos obrigados a concordar, e quando vivenciei esse ato de hoje, pensei em informar vocês, pois eu sei que vocês estão lutando pela nossa educação.

Não sei como as coisas irão acontecer depois disso, mas eu sei que vocês nos ajudarão a vencer isso. E saibam que não só eu, mas diversos alunos daquela escola lutarão a favor do Escola Sem Partido. Muito obrigado!!!

Deixe uma resposta