Professora reclama de materiais didáticos escolhidos pela escola

“Fiquei indignada e procurei minha orientadora, deixei claro para ela que aquele material era tendencioso e com um viés contrário aos ideais daquele colégio confessional. (…) Graças a Deus, e depois de muitas reclamações, vamos mudar de Sistema.”

Trabalho em um colégio particular em minha cidade, um colégio confessional.

Foi adotado, no ano de 2018, o Sistema de Ensino FTD. Não participei da escolha até porque foi uma decisão do colégio e não dos professores. Para minha surpresa, me deram as turmas de 3º e 4º ano do Fundamental I, lecionando Geografia, História, Artes e Religião. O material de religião é montado pelo próprio colégio, muito bom por sinal. Mas os outros são do Sistema.

MEU DEUS, um show de ideologias esquerdistas, em História do 4º ano mal se fala em Dom Pedro e seus feitos, mas sim de Chiquinha Gonzaga, Nair de Teffé, dentre outros.

Após assistir o vídeo do Nando Moura com o Dr. Miguel, a minha revolta com o material se intensificou. Em Geografia, o material aborda o MST como coitadinhos e vítimas da desigualdade agrária. Em História, tem um capítulo inteiro onde só se fala em “DITADURA MILITAR”, colocando como se a população toda tivesse sofrido com perseguições; colocando os militares como vilões. Não aponta um único ponto positivo durante o Regime.

Fiquei indignada e procurei minha orientadora, deixei claro para ela que aquele material era tendencioso e com um viés contrário aos nossos ideais daquele colégio confessional. Que eu daria sim o material, porém iria elaborar uma apostila mostrando os dois lados da moeda.

Fico me perguntando se para crianças de 8 e 9 anos estão agressivos dessa forma, imagina no Ensino Médio?

Graças a Deus, e depois de muitas reclamações, vamos mudar de Sistema. FTD tem em seu viés o comunismo e a doutrinação.

Open chat
1
Olá 😊 !!!! Como podemos ajudar?
Powered by