Doutrinação em sistema de ensino

Depoimento recebido por e-mail (21.11.2019)

Eu sempre estudei, durante toda a minha vida escolar, em colégios particulares (que teoricamente tendem a ser mais neutros). Porém, por diversas vezes, me senti doutrinada, não pelos professores, mas pelo próprio sistema de ensino que privilegiava uma determinada ideologia. Enquanto, no meu material em apenas um capítulo eram abordados todos os pensadores defensores da direita, havia 5 capítulos destinados somente a Karl Marx, ou seja, meu contato com uma doutrina concorrente à do pensamento Marxista veio tão somente por interesse próprio, não sendo fornecido pelo material didático. Em outras ocasiões, ao invés de ter sido oferecido a mim a oportunidade de debater racionalmente algo relacionado a pontos de vista pessoais, notei por parte de meus colegas uma rejeição quanto a mim e outra amiga que compartilha dos meus pontos de vista. Pelo menos tenho professores (aos quais agradeço) que permitiram meu acesso a informações mais aprofundadas de outros autores, me trazendo materiais extras de sua graduação. Acredito que mesmo que professores realmente comprometidos com o ensino de seus alunos consigam dar boas aulas e estimular a pluralidade de ideias em sala, o próprio sistema de ensino e o corpo discente (expostos durante toda sua vida acadêmica à doutrina hegemônica) o desestimulam. Por isso apoio uma escola sem partido ou ideologia, que nos faça pensar ao invés de pensar por nós.

Deixe uma resposta