Professora pinta unha e passa batom em menino de 4 anos

ESP, venho dar meu testemunho como mãe, da creche que meu filho ficou durante 4 anos.

No primeiro ano foi muito bom, ótimas professoras, muito queridas, mas algo me deixou chateada. Lá não se comemorava datas como Páscoa, dia das mães, dia dos pais ou Natal. Mas festejavam festa junina e até Halloween. Senti o porquê desejava essas coisas, pois é meu primeiro filho, mas aceitei a contra gosto. Mas o martírio ocorreu mesmo no grupo 4 (no caso para crianças de 3 a 4 anos). Meu filho estava em tratamento auditivo. Ouvia muito pouco e por isso falava pouco. Quando chegou a primavera, houve uma comemoração das flores. Nesse dia a professora levou esmalte e batom para a salinha das crianças, e perguntou (segundo ela) quem gostaria de se pintar. Então meu filho vendo alguns dos seus amigos indo, quis imitar (detalhe: umas semanas atrás, meu marido tinha relatado que desejava Bolsonaro como Presidente). Quando meu filho chegou em casa percebi logo seu lábio pintado (obs: isso já tinha acontecido outras vezes, só que a professora falou que foi uma amiguinha que tinha levado e pintou a boca dele). Só que agora, além do batom, ele também estava com as unhas pintadas. Daí meu marido foi tomar satisfação. Houve bate boca. Meu marido falou que isso era coisa de mulher e não era para ser feito no nosso filho. Ela (a professora) taxou ele de machista, e questionou se o meu filho quisesse ser maquiador no futuro, se ele iria impedir. Foi comentado também que meu filho tinha demartite e que esses produtos poderiam dar lesão. Ela falou que ele só falou isso por falar, que a preocupação do meu marido era devido ao machismo. Levamos até a diretoria. A mesma disse que houve um mal entendido, foi só uma brincadeira e que não aconteceria mais. Porém ficou por isso mesmo. Segundo uma amiga minha, que é professora em outra escola, dificilmente a diretora se levanta contra uma professora, devido ao corporativismo. Se a diretora chamasse atenção, as outras se juntavam com essa professora contra a diretora até derrubar do cargo.
Esse ano me surpreendi com um cartaz enaltecendo Zumbi dos Palmares e Marielle. Meu Deus, as crianças nem falam direito, pois são crianças pequenas de 1 a 6 anos. Mas eles (professores) já começam desde cedo a mexer na cabecinha das crianças.

Deixe uma resposta